Quer chegar no seu casamento como uma rainha? Os carros da Carruagem Moderna são sua melhor chance de ter seu sonho realizado.

Temos o disputado PT Cruiser Conversível. Ainda não conhece? Então, vem com a gente!

Blog

Do Casamento pra Lua de Mel

Casar é um sonho, não é? Dá um trabalho daqueles, às vezes até enche o saco, mas na maior parte do tempo a gente se dedica com o maior carinho em cada minuto e pra cada um dos minúsculos e imprescindíveis detalhes que o evento pede. Mas a cerimônia é só uma das partes desse sonho: a lua de mel é a segunda, e é deliciosa!

E muitas vezes, apesar de não ser sempre, bate aquela dúvida: “fazemos a festa de casamento, curtimos ela e só então vamos viajar? Ou será que é melhor passar a primeira
noite num hotel bacana e só viajar depois? Ou será então que a gente não faz festa nenhuma e já sai da igreja pra viagem, no próprio carro da noiva?”. Vamos ver cada uma
das ideias?

X-tudo

foto1

É o favorito dos noivos que querem tudo a que têm direito e mais um pouco. Esses casais querem preparar todo o casamento, vivenciar toda a cerimônia, curtir a festa até o último convidado ir embora (também conhecido como “o garçom expulsou a gente”) e só então sair de viagem. É possível? Claro que é! Noivos mais jovens e com fama discutível de baladeiros aguentam esse tranco sem nenhum problema.
Nesse caso, podem optar por sair direto em viagem logo que a festa acabar ou então passar a noite em um hotel e sair no dia seguinte. Caso saiam direto da festa, o PRUDENTE é que nenhum dos dois dirija. Deverão se trocar na festa, onde já estarão as malas, chamarem um táxi e seguirem pro aeroporto/ rodoviária. Caso o local da lua de mel seja numa cidade relativamente próxima, podem inclusive optar por contratar um motorista para levá-los de carro. Mas de toda maneira, após a festa nenhum dos dois estará em condições de dirigir, mesmo que não tenham bebido. O cansaço pela curtição vai ser dos brabos…

O mais bacana é, mesmo, passar a noite em um hotel bem legal e só sair no dia seguinte. Há quem não curta passar a noite de núpcias num hotel na própria cidade – mas pode acreditar: a maioria dos casais não consegue “comemorar” nada nessa noite, de tão cansados que chegam da festa! E mesmo que consigam, não há regra pra definir qual das noites foi de núpcias; ora, quanta formalidade! Elejam a que vocês quiserem e caso resolvido. O importante é curtir bastante e, nesse caso, quanto mais descansados estiverem, melhor. Por isso, essa noite de descanso vem bem a calhar.

X-light

foto2

Para noivos econômicos – ou para os apressadinhos -, essa é a melhor opção: sair da cerimônia direto para a viagem. Já viu que nos convites de casamentos assim normalmente existe uma frase assim: “… A cerimônia será no dia tal, às tantas horas, na igreja do Santo X, onde os noivos receberão os cumprimentos”? Muita gente usa esse finalzinho do jeito errado, mas ele quer dizer o seguinte: “olha, gente, não vamos fazer festa, então podem nos cumprimentar na saída da igreja, mesmo, porque de lá já vamos sair em viagem”. Significa que não vai ter festa – ou então, que vai ter, mas que os noivos não darão as caras (menos comum). Muitas vezes, os noivos fazem um jantar apenas para os pais e padrinhos e usam esse recurso para dar a entender aos convidados que não haverá festa após a cerimônia. É uma saída elegante.

Mas vamos voltar ao nosso assunto. Para casamentos sem festa, os noivos se casam, vão para casa trocar de roupa e pegar as malas e já saem para o aeroporto. Alguns vão para a lua de mel de carro mesmo, dependendo do local que escolheram; como não houve o cansaço da festa, dirigir logo depois da cerimônia não fica perigoso, caso a viagem seja curta ou haja uma parada para descanso e pernoite no caminho. Questão de bom senso.

“Nossa, mas isso de casar sem fazer festa… o povo vai falar mal!”. Sempre tem que fale mal, inclusive das festas! Mas por sorte, fazer festa não é obrigatório. Todo mundo já está acostumado a ir curtir uma boquinha 0800, mas deve-se ter em mente que não é obrigatória de jeito nenhum – inclusive em casamentos cujos noivos tenham grande poder aquisitivo, sabia? É bom que eles já separam quem veio pra compartilhar a felicidade dos noivos e quem só veio pra comer de graça! Rsrsrsrs

Brincadeiras à parte, essa é uma ótima opção para casais que têm pouco recurso pra investir no casamento. O valor que se gasta na montagem da festa é alto e uma festa de casamento é algo que dura algumas poucas horas. Já a viagem dura alguns dias, e se puderem contar com o valor da festa, a viagem pode tanto durar mais dias ainda. É uma escolha bastante sensata.

O importante é o casal conversar a respeito e decidir como vão proceder: “curtiremos a festa até o fim ou sairemos no meio dela? Ou nem iremos? Ou nem faremos uma?”. Resolvam entre vocês (livrem-se dos pitacos) e botem o plano em ação. Felicidades!